Publicidade
06 ago

Automóveis

FERNANDO PERDIGÃO:

RETRABALHANDO O FILÉ

Postado por: id5
Selecione parte to texto, faça comentário e ganhe pontos no Social Trends.

por Felipe Camelo

A mais tradicional tecelagem de Alagoas nunca mais foi a mesma depois que Fernando Perdigão começou a trabalhar o filé em 1984. Já iniciou desenvolvendo inéditas e exclusivas texturas, inovando inclusive o design das peças, colocando sua produção em destaque no cenário nacional. Do maiô ao vestido de noiva, novas formas, mantendo a tradição do tear manual e artesanal, mas moderno e sofisticado.

No mercado, o que se produzia era repetitivo, os mesmo moldes e as mesmas tramas, se tornando comum e cansativo. Como não encontrava mão de obra para desenvolver os produtos com sua linguagem, formou equipe ensinando todas as técnicas necessárias à produção e confecção. Inquieto, curioso e ousado, foi em busca de novos materiais e descobriu as fibras naturais. A tabôa, o paneiro e a fibra de bananeira passaram a se mesclar com fios de seda, resultando em novos vestidos, calças, blusas, bolsas e mantas.

Peças diferenciadas e repletas de conceito 

E mais uma vez teve que transmitir descobertas, informações e segredos de suas técnicas atualizando a equipe. Aproveitou para desenvolver outros produtos, desta vez, utensílios, painéis, móveis, luminárias, objetos. Começou a receber convites para assinar decorações de bailes de Carnaval e São João. E passou a utilizar nestas festas populares materiais pouco nobres, por isso mesmo relegados ao segundo plano pelos profissionais do mercado.

Filé será a base para neo coleção de verão apresentada durante a Trend Hause’12

Assim voltou à reproduzir os pontos e tramas desta renda tipicamente alagoana em enormes painéis, aproveitando como base a tela plástica utilizada principalmente em cercas para animais, a conhecida tela de galinheiro. Para substituir as linhas de seda, Perdigão passou a tecer o filé com o pobre e renegado tecido-não-tecido, o TNT. Mas com sua eterna paixão pela moda e atendendo a constantes pedidos, voltou a produzir vestuário. E mais uma vez, criatividade e ousadia.

Inspirado nos recentes painéis, aceitou o convite para participar desta edição 2012 da Alagoas Trend House, e bordando com TNT, recortou e moldou as telas plásticas transformando-as em saias, blusas, vestidos, bolsas e chapéus, numa tradução conceitual de uma futura coleção autoral e única, com rede de linha de algodão no mesmo formato da rede de pesca, tecidas, rendadas e bordadas com linhas de seda.

Os bordados com TNT ganham  novos ares para a coleção de verão 2012/13

A execução de toda esta coleção é assinada pelo monitor do projeto social comandado por Fernando, Manoel Augusto; a modelagem das peças, executada por Cleide Tavares Méro, Helenice e Nelma Tavares, e Nina Almeida, da Vila da Arte; os acessórios, criados e produzidos pelo designer Rona Silva, em material reciclado e mais ecologicamente correto, impossível; e os sapatos Andarella, de Vaninha Nutels.

O que Fernando Perdigão apresenta em seu desfile nesta Semana de Moda de Alagoas é uma prévia de seu retorno ao mundo da moda, mantendo o filé como foco principal. Literalmente, "uma viagem com as cores de Alagoas”.

4 Comentários

  1. Matéria maravilhosa, Felipe. O trabalho de Fernado é incrível e dispensa comentários. Criatividade sempre em alta.
    Parebéns e muitos beijos para os dois, que moram em meu coração! :-)

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

testjir